quarta-feira, março 27, 2013

Já lhe disse tudo o que tinha a dizer.





Prefiro falar cara a cara. 
Se é discussão, aí tem mesmo de ser cara a cara. Preciso de ver a reacção das pessoas.

Agora, se seria mais fácil escrever um longo testamento, carregar no botão de enviar e esperar pela resposta? Sim, seria muito mais fácil, não me iria esquecer de metade das coisas, as ideias ficariam todas organizadas e poderia demorar o tempo que fosse preciso para pôr tudo cá para fora. Foi, até, o método que usei durante anos, mas está mal. Muito mal.
Tem muito mais significado quando falamos e debatemos as coisas mais importantes cara a cara - por mais difícil que seja, porque, sim, é mesmo muito difícil. 

terça-feira, março 26, 2013

Roses


Não me costumam oferecer flores.
Aliás, recebi uma rosa vermelha em toda a minha vida, se bem me lembro.
Não é que pense muito nisso, mas até gostava de saber qual é a sensação de receber um ramo de rosas vermelhas como aquele ali da imagem.
E vocês? Já receberam?

domingo, março 24, 2013

Vou exagerar um bocadinho agora...!


Se há uns dois anos atrás sorria sempre que via uma câmara na minha direcção, agora sou bem capaz de fugir!
Vá-se lá saber porquê ganhei fobia a fotografias minhas, portanto se me tiram uma foto quando estou desprevenida são bem capazes de ver a transformação de um ser do sexo feminino num grande monstro.

sábado, março 23, 2013

É que eu tinha mesmo de vos mostrar isto!


E sabes que a tua vida é monótona quando estás sentada há uma hora no computador, com o braço a segurar a cabeça e desmanchas-te a rir quando esta imagem te aparece à frente...

sexta-feira, março 22, 2013

Kim and Kanye




Parece que há rumores que a Kim Kardashian e o Kanye já escolheram o nome para o novo bebé da família.
Depois da Blue Ivy da Beyoncé, o nome escolhido para a criança seria North.
Até aqui tudo bem, se o nome completo não fosse North West.

São rumores ainda, mas é um nome um pouco bizarro, não acham? 

quinta-feira, março 21, 2013

No final, só nos arrependemos do que não fizemos.






Eles estão a divertir-se imenso na viagem. E ainda bem que assim é. 
Ainda bem que está sol para eles irem à praia.
Ainda bem que nada os impediu de se divertirem.
Ainda bem que têm saído todas as noites.
Ainda bem que não há tempo para pensar noutras coisas, excepto no momento e no presente.
Ainda bem que a chuva e o frio não lhes estragou os planos.
Ainda bem que eles vão ficar com memórias fantásticas da viagem de finalistas de 12º ano. E eu não.

Eu já não me devia estar a importar tanto com este assunto, visto que eles estão quase a voltar, mas sempre que penso neles, penso também que esta ia ser a minha recompensa depois de tanto esforço. Iria olhar para trás e dizer «Ainda bem que fui!».

Enfim. Estou a contar que o meu verão seja muito melhor.

E dedicar-me a isto, não?!



Certo, chega de mariquices, de «voltei de vez» e não apareço durante uma semana e de ausências! Um blog ao abandono não é bonito de se ver e, embora tenha andado sem tempo para cá vir e com o astral em baixo, visto que cheguei à conclusão - tarde de mais - que devia ter ido à minha viagem de finalistas, (pois merecia mesmo estar lá), não é desculpa para nem sequer abrir o feed de notícias e ver as vossas novidades. 

A isto chama-se preguiça! (Ou, vá lá, falta de motivação...).
Contudo, com o intuito de regressar e sabendo que a motivação não veio a 100%, mas vai aparecendo aos pouquinhos, vou ali começar a agendar milhões de rascunhos - ou pelo menos tentar - para que isto não fique totalmente ao abandono.

É que isto assim não pode ser (:

terça-feira, março 12, 2013

Hoje é dia de comer pizza!


Depois de uma tarde passada em casa dele, é tão bom entrar no meu lar doce lar e sentir o cheiro da pizza quentinha acabada de chegar a percorrer a casa toda.

segunda-feira, março 11, 2013

A gripe dos blogs

Sabem aquelas gripes sazonais? Aquelas gripes que ninguém quer, que ninguém espera ter, mas que a verdade é que elas aparecem sem aviso prévio, sem quê nem porquê?



Pois bem, nestes poucos anos que tenho andado por aqui, tenho-me apercebido que, no mundo dos blogs, o mesmo se sucede. Não são, de todo, repugnantes nem desprezíveis, mas atacam com toda a força, repentinamente, e quando damos por ela já nem sequer temos energia suficiente, nem vontade, para vir aqui escrever ou até ler todas as publicações.
O pior é quando estas gripes atacam sem motivo aparente, apenas porque sim; apenas porque se perdeu, temporariamente, a motivação ou a inspiração ou o que quer que seja.

E foi assim que eu andei durante onze dias. Onze dias sem cá vir, nem sequer para espreitar só um bocadinho. E onze dias se passaram e, para bem da minha sanidade mental, cá estou eu outra vez (:


Desculpem.