quarta-feira, novembro 28, 2012

Family


Se optamos por acolher um animal em casa, ele, automaticamente, fica a fazer parte da família. Devemos tratá-lo como tal.
No excuses.

11 comentários:

Cat disse...

Sempre me gozaram lá em casa por falar com a gataria e com os cães como se fossem pessoas! Mas sabes que mais? Nunca me ralei! São membros da família e devem ser tratados como tal! :)

Roxanne disse...

parece um raciocínio lógico... que nem todos assimilam!

May disse...

concordo contigo! no entanto, há pessoas que não os tratam bem :\

O Profeta disse...

Já não posso dar-te a mão, cheguei tarde
Entre ruinas procuro o sentido, a razão
Já não canto aos deuses, não rezo
Já esqueci o sabor do desprezo, não desprezo

Tracei um círculo de solidão
Ausente do meu nome está o chamamento
Jazem mudas as folhas de silêncio
Errantes brumas ao sabor do vento

Percorri um longo e tortuoso caminho
Moro numa casa da memória no topo da saudade
Prodígios de mil cores espalhei pelo caminho
Pintei almas, mentiras, girassóis e singelas verdades




Boa semana


Doce beijo

West East disse...

concordo contigo... cá em casa até o meu peixe faz parte da família :)

miii disse...

Ora bem! O meu mi é mesmo um membro da família! (:

Amante Japonesa disse...

Eu concordo. a minha faz 4 meses (:

'Mimi disse...

Nem mais. Qual é a lógica de adoptar se não for para isso?

Blackbird disse...

E é assim que tem que ser! :)

Hibiscus disse...

Ora nem mais :) Para mim o cão da minha avó é um elemento da família que é amado como todos os outros.

Nix disse...

E é assim que todos deviam pensar (: