sexta-feira, outubro 05, 2012

Conversas com a mãe



Quando a minha mãe me mostrou as suas calças de pijama preferidas, apontando para dois buracos lá formados, disse:
«Oh, porque é que aquilo que mais gostamos desaparece?!»

Mas eu só consigo pensar em determinadas pessoas. 

9 comentários:

miii disse...

És tu e eu... Mas devíamos deixar-nos disto. Há mais vida para além delas!

Ana Garcês disse...

Isto as mães parece que têm um dedo que adivinha e um dom para dizer a coisa certa no momento em que as precisamos de ouvir :)

Mas tal como a Miii disse, às vezes é dificil, mas o melhor é esquecer e pensar na vida além delas que vale muito mais a pena :)

Nix disse...

Às vezes é preciso seguir em frente e outras, se valer a pena, é preciso lutar... (:

Joana disse...

O melhor é seguir em frente, apesar de custar muito. As mães parece que pressentem estas coisas! A minha mãe ás vezes até parece que adivinha!

Joana disse...

O melhor é seguir em frente, apesar de custar muito. As mães parece que pressentem estas coisas! A minha mãe ás vezes até parece que adivinha!

lu de lúcia disse...

que bom, felizmente o intuito do meu blogue está a dar frutos e é bom ver as pessoas a inteirarem-se tanto dele!

Luísa Abreu disse...

Parece que qualquer coisa faz as memórias voltarem :|

May disse...

és tu e eu...

Carolina disse...

Se desaparecem, é porque não fazem falta :)