quinta-feira, agosto 16, 2012

Ausência



Perdoem-me pela minha ausência. Por mais estranho que pareça, não, não fui de férias, nem sequer pus os pés fora de casa. Passei estes dias todos a morrer em casa, a ver séries ou televisão e a chorar compulsivamente.
Vá lá, o choro foi só nos primeiros dias; nas últimas 72 horas vagueio pela casa como uma morta-viva. E é mesmo assim que me sinto: uma morta-viva.
Reconhecer que não temos isto nem aquilo, mas que tenho de me conformar com o que tenho, reconhecer que não tenho nenhum talento natural, que o mundo não é outra vez cor-de-rosa, que não sei o que fazer com a minha vida e, no fundo, reconhecer que não sou perfeita, tudo isto ao mesmo tempo, foi o culminar do mar das lágrimas. Seis dias. Seis dias de depressão (até agora, porque se bem me conheço vai continuar).
Nem ao blogger consegui vir, para vos ler ou mesmo escrever.
Inspiração precisa-se.


9 comentários:

Cristiana Martins disse...

Quando menos esperares, o sol vai voltar! :) (experiência própria infelizmente)

Luana* disse...

Eu jurei a mim própria que nunca irei pintar o meu cabelo, só mesmo quando for velha e notar-se os cabelos brancos xD Mas fazer madeixas azuis (ou cor-de-rosas, também gostei) não é pintar, é só pintar as pontas :)

Wanna disse...

inspira-te em ti, és a melhor fonte de inspiração que pode haver :)

Maff. disse...

Oh, que querida, não consigo deixar de agradecer.. obrigada ahah :)

Teresa disse...

”Experience is what you get when you do not get what you want”
Pensa positivo e aguenta-te aí :)

Filipa Santos disse...

Sabes, em alturas como essas, em que nos sentimos como mortas-vivas e não sabemos o que fazer com a nossa vida, a inspiração para isso desaparecer não aparece quando queres, mas sim quando precisas. Neste momento sente-te assim e não tens vontade de fazer nada, mas daqui a uns tempos vai perceber que terás de sair e casa. Nessa altura o mais provável é que o teu motivo de sair seja para ir comprar pão ou outra coisa qualquer, mas será no momento em que vais sair de casa que vais perceber o que realmente queres da tua vida, o que tens de fazer. Vai ser aí que ganharás vontade de sair e vontade de continuar a lutar por aquilo que até agora lutas, a vida. ;)

Filipa Santos disse...

Obrigado. Ainda bem que gostaste! ;)
É normal não te ter feito sentir bem de novo, pois só vais sentir-te bem quando descobrires aquilo que perdes-te!

Azul do Mar disse...

anima-te, um dia não são dias...
sigo (:

Ju disse...

Minha linda, anima-te! Sê feliz. Não tens tudo, mas assim podes lutar por algo. A forma como escreves já é um talento natural. O mundo não é cor-de-rosa, mas a gente pinta. Não saber o que fazer na vida é normal, mas hás de perceber! Não és perfeita, mas és maravilhosa e única mesmo com os teus defeitos, o que é ainda melhor.
Beijo gigante*