domingo, maio 27, 2012

Coisas do Quotidiano: a gatinha



Hoje a Nala (a gatinha) fugiu de casa. Ela sabe que não está autorizada a sair de casa - não por ser novinha, mas por ser uma gatinha. Ela já está tão habituada que, sempre que abrimos a porta cá de casa por breves instantes, o máximo que ela faz é sentar-se no tapete lá de fora.
A Nala sabe que não está autorizada a sair de casa!
Mas hoje, por obra e graça do espírito santo (pois nem a minha mãe nem o meu pai se acusam), a gatinha esteve lá fora pela primeira vez durante, pelo menos, meia hora. E eis que, aqui no escritório, eu e o meu irmão ouvimos o miar da Nala.
Mas a Nala não estava aqui.
A Nala estava do outro lado da janela a implorar que lhe abríssemos a porta! A alegria dela ao correr porta adentro!
(E a minha alegria ao vê-la entrar, intacta e assustada por ter visto o mundo para lá da porta).

2 comentários:

B. disse...

também tenho imenso medo que o piló (gatinho) fuja! Agora anda numa de ir para a janela, tenho medo que ele um dia se atire e fuja.

Menina da Rua Himmel disse...

Amei o nome da gatinha.

Meu cachorrinho ( Buiu, rs) também é levado..